terça-feira, 7 de agosto de 2012

Proteção à vida e mais investimentos em segurança


O cenário de descaso com a segurança nas agências bancárias faz com que se torne necessária a ampliação da discussão sobre o tema e a pressão para que haja mais investimentos no setor. Segundo dados
do Dieese, os cinco maiores bancos que operam no país apresentaram lucros de R$ 50,7 bilhões em 2011,
mas os investimentos em segurança e vigilância somaram apenas R$2,6 bilhões, o que significa 5,2% dos
resultados. Para tanto os sindicatos estão entrando com uma representação pedindo mais segurança nos
estabelecimentos.
Conforme a Divisão de Planejamento e Coordenação e Serviço de Estatística do Estado, Diplanco, as
ocorrências de roubo a estabelecimentos bancários em Passo Fundo, pertencente a 6ª Região Policial no
primeiro semestre de 2012, ocorreu um roubo consumado neste período.
No início de fevereiro, uma agência bancária do Banrisul, localizada no bairro São José, foi alvo de três
assaltantes. O trio chegou ao estabelecimento bancário, rendeu o vigia e os funcionários, e anunciou o assalto. O gerente foi obrigado a abrir o cofre e os assaltantes roubaram todo o dinheiro que havia no local, inclusive dos caixas eletrônicos.
A arma utilizada pelo vigia também foi levada pelo grupo, que fugiu em um veículo ainda não identificado.
A Equipe Volante da Polícia Civil, comandados pelo delegado plantonista Diogo Ferreira, fez o deslocamento ao local e as imagens das câmeras de segurança da agência e das empresas próximas foram analisadas para identificar os criminosos e o veículo utilizado na fuga.
Em Erechim, na região do 13º Batalhão de Polícia Militar, não houve nenhum registro de assalto a banco
neste primeiro semestre do ano.
Fonte: Diário da Manhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunicado: Os mais de 300 demitidos da Prosegur Paraguai apresentam suas ...

O movimento sindical brasileiro perde uma mulher lutadora e guerreira; a família CSPB...

Quando o ex-presidente da CSPB, Raimundo Nonato Cruz, imprimiu novas estratégias na condução política e administrativa da Confederação, ainda no calor da Assembleia Nacional Constituinte, uma das suas decisões foi no sentido de incorporar novos quadros dirigentes.

Polícia apura conexão entre ataques a cofres eletrônicos:

A prisão em flagrante de um ladrão por volta das 23h30min de sábado, enquanto arrombava um caixa eletrônico em uma agência do Santander, na Avenida Assis Brasil, na Capital, reforçou ainda mais a certeza, entre policiais, da existência de uma conexão entre esse tipo de crimes em todo o país. É que, novamente, o criminoso surpreendido pela Brigada Militar é catarinense — como eram três dos quatro arrombadores presos em junho em Rio Pardo. E como catarinenses eram, também, os quatro ladrões presos em Vitória (ES), em março, com R$ 500 mil provenientes do arrombamento de uma agência bancária. O ladrão azarado da vez é Robson Muller, 28 anos, técnico em manutenção, de Joinville (SC). Pelo menos outro homem, que, segundo a polícia, vigiava a ação do bandido do lado de fora, conseguiu fugir em um automóvel, assim que a viatura da polícia chegou ao local, depois do acionamento do alarme da agência. Muller foi surpreendido enquanto operava uma furadeira. Ele ainda tinha outras ferramentas, como transformadores e alicates. Autuado por furto, o arrombador foi encaminhado ao Presídio Central. Na semana passada foram registrados outros dois casos relacionados a arrombamento de caixas eletrônicos do Santander no Estado. Na última quinta-feira, em Torres, Jeferson de Freitas, 29 anos, funcionário de uma fábrica de antenas parabólicas em Jaraguá do Sul (SC), foi encontrado por cinco PMs dentro de um táxi quando fugia pela BR-101, em direção a Santa Catarina.

No Rio de Janeiro Oportunidade Seg

Loading...