quarta-feira, 29 de agosto de 2012

UNI denuncia Prosegur ao Ministros do Trabalho do Mercosul


27/08/2012 - Paraguai - Prosegur
UNI Américas acredita que a empresa se aproveitou da situação causada pelo golpe de Estado institucional no Paraguai para atacar os direitos dos trabalhadores

Em 24 de agosto, o Presidente eo Secretário da UNI Américas Regional (Ruben Cortina e Adriana Rosenzvaig) reuniu-se com o Ministro do Trabalho e Segurança Social da Argentina, Dr. Carlos Tomada, para informar sobre a situação no Paraguai e pedir que agências de trabalho do Mercosul acompanhar de perto as sanções situação e possível de ser aplicada a esta empresa.

Uma apresentação semelhante está sendo feita antes de os outros ministros do Mercosul, que foram enviados uma carta informando sobre a situação e as suas consequências.

Entre outras considerações, a carta aos ministros de relatórios de trabalho que "poucos dias depois do golpe de Estado no Paraguai, que resultou na expulsão do presidente Fernando Lugo, a Prosegur multinacional espanhola gerou uma série de fatos, com apoio do Ministério de Justiça e do Trabalho do país, demonstrando a vulnerabilidade dos direitos dos trabalhadores em situação de ruptura institucional e da maneira em que certas empresas multinacionais aproveitam dessas situações para violar convenções nacionais e internacionais. "

Ruben ministro Cortina Taken transmitiu as preocupações geradas pelo fato de que, dois dias antes de demissões em massa ministro do Trabalho, Maria Lorena Azucas Segovia, tinha publicamente comprometido com os trabalhadores de mediação destinados a sentar-se em ambos os lados diálogo, desde que a greve desistir. "Os trabalhadores agiram de boa fé e deu-se a greve, apenas para encontrar um bilhete azul ea decapitação de seu sindicato", disse o presidente da UNI Américas.

"Queremos a reintegração dos trabalhadores aos seus postos de trabalho e iniciar um diálogo construtivo com a empresa", disse Adriana Rosenzvaig. "Toda esta situação afeta profundamente os trabalhadores e suas famílias, mas também afeta negativamente a reputação da empresa"


UNI Américas
UNI americas es la organización regional para las comunicaciones y servicios
de UNI sindicato global
Representamos 4 millones de trabajadores y trabajadoras
de 34 países de las Américas y el Caribe.



Texto Original:


UNI denuncia a Prosegur ante Ministros de Trabajo del Mercosur

27/08/2012 - Paraguay - Prosegur

UNI Américas considera que la empresa aprovechó la situación institucional provocada por el golpe de Estado en Paraguay para atacar los derechos de los trabajadores


El 24 de agosto, el Presidente y la Secretaria Regional de UNI Américas (Rubén Cortina y Adriana Rosenzvaig) se reunieron con el Ministro de Trabajo y Seguridad Social de Argentina, Dr. Carlos Tomada, para informarle sobre la situación existente en Paraguay y solicitarle que los organismos laborales del Mercosur vigilen estrechamente esta situación y las posibles sanciones a ser aplicadas a esta empresa. 

Una presentación similar está siendo realizada ante los otros ministros de Trabajo del Mercosur, a quienes se les ha dirigido una carta informando sobre la situación y sus consecuencias. 

Entre otras consideraciones, la carta ante los ministros de trabajo informa que “a pocos días del golpe de Estado en Paraguay que dio como resultado el desalojo del gobierno del Presidente Fernando Lugo, la multinacional española Prosegur generó una serie de hechos, avalados por el Ministerio de Justicia y Trabajo de ese país, que demuestran la vulnerabilidad de los derechos de los trabajadores ante situaciones de ruptura institucional y la forma en la que determinadas empresas multinacionales se aprovechan de dichas situaciones para violar convenios nacionales e internacionales”. 

Rubén Cortina le transmitió al Ministro Tomada la preocupación generada por el hecho de que dos días antes de los despidos masivos la Ministra de Trabajo, María Lorena Segovia Azucas, se había comprometido públicamente con los trabajadores a una mediación destinada a que ambas partes se sentaran a dialogar siempre y cuando desistieran de la huelga. “ Los trabajadores actuaron de buena fe y desistieron de la medida de fuerza, para encontrarse con una carta de despido y el descabezamiento de su sindicato”, señaló el Presidente de UNI Américas.

“Queremos el reintegro de los trabajadores a sus puestos de trabajo y comenzar un diálogo constructivo con la empresa”, señaló Adriana Rosenzvaig. “Toda esta situación afecta profundamente a los trabajadores y a sus familias, pero también repercute negativamente en la reputación de la empresa”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunicado: Os mais de 300 demitidos da Prosegur Paraguai apresentam suas ...

O movimento sindical brasileiro perde uma mulher lutadora e guerreira; a família CSPB...

Quando o ex-presidente da CSPB, Raimundo Nonato Cruz, imprimiu novas estratégias na condução política e administrativa da Confederação, ainda no calor da Assembleia Nacional Constituinte, uma das suas decisões foi no sentido de incorporar novos quadros dirigentes.

Polícia apura conexão entre ataques a cofres eletrônicos:

A prisão em flagrante de um ladrão por volta das 23h30min de sábado, enquanto arrombava um caixa eletrônico em uma agência do Santander, na Avenida Assis Brasil, na Capital, reforçou ainda mais a certeza, entre policiais, da existência de uma conexão entre esse tipo de crimes em todo o país. É que, novamente, o criminoso surpreendido pela Brigada Militar é catarinense — como eram três dos quatro arrombadores presos em junho em Rio Pardo. E como catarinenses eram, também, os quatro ladrões presos em Vitória (ES), em março, com R$ 500 mil provenientes do arrombamento de uma agência bancária. O ladrão azarado da vez é Robson Muller, 28 anos, técnico em manutenção, de Joinville (SC). Pelo menos outro homem, que, segundo a polícia, vigiava a ação do bandido do lado de fora, conseguiu fugir em um automóvel, assim que a viatura da polícia chegou ao local, depois do acionamento do alarme da agência. Muller foi surpreendido enquanto operava uma furadeira. Ele ainda tinha outras ferramentas, como transformadores e alicates. Autuado por furto, o arrombador foi encaminhado ao Presídio Central. Na semana passada foram registrados outros dois casos relacionados a arrombamento de caixas eletrônicos do Santander no Estado. Na última quinta-feira, em Torres, Jeferson de Freitas, 29 anos, funcionário de uma fábrica de antenas parabólicas em Jaraguá do Sul (SC), foi encontrado por cinco PMs dentro de um táxi quando fugia pela BR-101, em direção a Santa Catarina.

No Rio de Janeiro Oportunidade Seg

Loading...