quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Polícia de MT procura grupo que usou arma antiaérea em roubo a carro-forte


Quadrilha metralhou carro-forte, explodiu cofre e roubou R$ 200 mil. Criminosos trocaram tiros com agentes da PRF e fugiram.



As buscas à quadrilha que explodiu e roubou o cofre de um carro-forte na rodovia BR-163 em Diamantino, a 209 quilômetros de Cuiabá, no final da manhã desta terça-feira (4), se concentram em uma região que
engloba cinco municípios do médio-norte do estado. Durante o roubo, aquadrilha utilizou até uma arma capaz de derrubar um avião para roubar cerca de R$200 mil do carro-forte, de acordo com a PRF. As polícias Ci vil, Militar eRodoviária Federal mantêm um grande efetivo em Nobres, Diamantino, Rosário Oeste, Jangada e Nova Mutum para localizar os suspeitos.
Ainda de acordo com a PRF, a quadrilha que era composta por cinco criminosos, teria seguido o carro-forte desde Cuiabá. No quilômetro 585da rodovia, os suspeitos dispararam em um dos pneus dianteiros do veículo, que perdeu o controle e saiu da pista.
Armados com uma metralhadora de grosso calibre, como umaponto 50, de alcance antiaéreo, e pistolas 7,62 e 5,56 – todas de uso restritoda polícia, os criminosos atiraram contra o carro forte até dominar o motoristado veículo e mais três vigilantes que sairam ilesos dos disparos.
Eles utilizaram explosivos para abrir o cofre e levar os malotes. O dinheiro seria transportado até uma agência bancária do município de São José do Rio Claro, a 325 quilômetros de Cuiabá.

O crime ocorreu a menos de dois quilômetros do posto da PRF.Os policiais rodoviários se deslocaram até o local para prender os suspeitos,mas acabaram sendo recebidos a bala pelos criminosos. A viatura em
que osagentes estavam foi danificada pelo armamento pesado, mas ninguém se feriu.
Os suspeitos conseguiram fugir em um veículo de passeio em direção à usina de Manso, por meio de uma estrada vicinal. No local, eles incendiaram o veículo e, segundo a PRF, teriam usado outro veículo na fuga. A polícia não descarta a participação de outros criminosos na ação.
No dia 1º de junho deste ano, um carro-forte da mesma empresa privada foi alvo de criminosos. Na época, sete homens explodiram e roubaram o veículo na BR-364, também próximo a Diamantino. Os suspeitos que estavam em uma caminhonete perseguiram e atiraram contra o carro-forte.
Na ação, os ladrões desceram da caminhonete armados com fuzis e renderam os seguranças, que não se feriram apesar da troca de tiros. Na sequência, os ladrões explodiram o cofre que estava dentro do veículo da empresa privada e fugiram levando malotes. Eles abandonaram a caminhonete com placa de Rondônia ainda no local do crime e fugiram em outro veículo, em ação semelhante a desta terçafeira.
Fonte: G1/MT


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunicado: Os mais de 300 demitidos da Prosegur Paraguai apresentam suas ...

O movimento sindical brasileiro perde uma mulher lutadora e guerreira; a família CSPB...

Quando o ex-presidente da CSPB, Raimundo Nonato Cruz, imprimiu novas estratégias na condução política e administrativa da Confederação, ainda no calor da Assembleia Nacional Constituinte, uma das suas decisões foi no sentido de incorporar novos quadros dirigentes.

Polícia apura conexão entre ataques a cofres eletrônicos:

A prisão em flagrante de um ladrão por volta das 23h30min de sábado, enquanto arrombava um caixa eletrônico em uma agência do Santander, na Avenida Assis Brasil, na Capital, reforçou ainda mais a certeza, entre policiais, da existência de uma conexão entre esse tipo de crimes em todo o país. É que, novamente, o criminoso surpreendido pela Brigada Militar é catarinense — como eram três dos quatro arrombadores presos em junho em Rio Pardo. E como catarinenses eram, também, os quatro ladrões presos em Vitória (ES), em março, com R$ 500 mil provenientes do arrombamento de uma agência bancária. O ladrão azarado da vez é Robson Muller, 28 anos, técnico em manutenção, de Joinville (SC). Pelo menos outro homem, que, segundo a polícia, vigiava a ação do bandido do lado de fora, conseguiu fugir em um automóvel, assim que a viatura da polícia chegou ao local, depois do acionamento do alarme da agência. Muller foi surpreendido enquanto operava uma furadeira. Ele ainda tinha outras ferramentas, como transformadores e alicates. Autuado por furto, o arrombador foi encaminhado ao Presídio Central. Na semana passada foram registrados outros dois casos relacionados a arrombamento de caixas eletrônicos do Santander no Estado. Na última quinta-feira, em Torres, Jeferson de Freitas, 29 anos, funcionário de uma fábrica de antenas parabólicas em Jaraguá do Sul (SC), foi encontrado por cinco PMs dentro de um táxi quando fugia pela BR-101, em direção a Santa Catarina.

No Rio de Janeiro Oportunidade Seg

Loading...