sábado, 25 de agosto de 2012

DO CEARÁ, VIGILANTES DENUNCIAM EMPRESA DO SENADOR


O Sindvalores do Ceará realizou manifestação na quinta feira (23) em frente à sede da empresa Corpvs, maior empresa de transporte de valores do estado e de propriedade do Senador Eunício Oliveira.
A resposta da empresa limitou-se ao uso da polícia militar para reprimir a manifestação, lembrando que
o Senador é da base de sustentação do governador do CE, que comanda a polícia.

Em nota, a direção do SINDVALORES-CE protesta contra o uso das forças policiais do Estado para
defender empresários. A Polícia deve proteger os cidadãos e os trabalhadores e não o patrimônio privado, afirma a direção do Sindicato.
O protesto dos trabalhadores é resultado de um balaio de irregularidades: A empresa se recusa a abrir CAT -  Comunicação de Acidentes de Trabalho, nega-se a pagar diárias de viagem em deslocamentos para fora da capital, persegue dirigentes sindicais aplicando suspensões arbitrárias, demite até trabalhador de férias. Nas reuniões convocadas nas folgas dos trabalhadores não registra o horário de trabalho, não fornece transporte ou mesmo alimentação.
A CNTV está de olho e apóia as ações do Sindicato. Os trabalhadores sempre buscaram o dialogo, mas a empresa acha que tem força política e, assim, é intocável. Já tivemos de fazer denúncias por Brasília e saiu daqui ordem para fiscalizar, pois havia um grande muro de proteção por lá.
Vale lembrar também que o setor de transporte de valores, além de ser o mais perigoso da nossa categoria é o que mais adoece vigilantes pelas péssimas condições de trabalho, jornadas excessivas  e do equipamento de má qualidade.
Reforçaremos de todas as formas a luta dos companheiros cearenses.
Fonte: CNTV

Um comentário:

  1. Não foi o SINDVIGILANTES - CE que fez essa manifestação na EMPRESA CORPVS. Foi SINDVALORES CEARA e o brasão é outro. Sou diretor do SINDVALORES e o nosso blog é :
    SINDVALORES-CE.BLOGSPOT.COM.BR

    ResponderExcluir

Comunicado: Os mais de 300 demitidos da Prosegur Paraguai apresentam suas ...

O movimento sindical brasileiro perde uma mulher lutadora e guerreira; a família CSPB...

Quando o ex-presidente da CSPB, Raimundo Nonato Cruz, imprimiu novas estratégias na condução política e administrativa da Confederação, ainda no calor da Assembleia Nacional Constituinte, uma das suas decisões foi no sentido de incorporar novos quadros dirigentes.

Polícia apura conexão entre ataques a cofres eletrônicos:

A prisão em flagrante de um ladrão por volta das 23h30min de sábado, enquanto arrombava um caixa eletrônico em uma agência do Santander, na Avenida Assis Brasil, na Capital, reforçou ainda mais a certeza, entre policiais, da existência de uma conexão entre esse tipo de crimes em todo o país. É que, novamente, o criminoso surpreendido pela Brigada Militar é catarinense — como eram três dos quatro arrombadores presos em junho em Rio Pardo. E como catarinenses eram, também, os quatro ladrões presos em Vitória (ES), em março, com R$ 500 mil provenientes do arrombamento de uma agência bancária. O ladrão azarado da vez é Robson Muller, 28 anos, técnico em manutenção, de Joinville (SC). Pelo menos outro homem, que, segundo a polícia, vigiava a ação do bandido do lado de fora, conseguiu fugir em um automóvel, assim que a viatura da polícia chegou ao local, depois do acionamento do alarme da agência. Muller foi surpreendido enquanto operava uma furadeira. Ele ainda tinha outras ferramentas, como transformadores e alicates. Autuado por furto, o arrombador foi encaminhado ao Presídio Central. Na semana passada foram registrados outros dois casos relacionados a arrombamento de caixas eletrônicos do Santander no Estado. Na última quinta-feira, em Torres, Jeferson de Freitas, 29 anos, funcionário de uma fábrica de antenas parabólicas em Jaraguá do Sul (SC), foi encontrado por cinco PMs dentro de um táxi quando fugia pela BR-101, em direção a Santa Catarina.

No Rio de Janeiro Oportunidade Seg

Loading...