quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Vídeo mostra vigilantes almoçando dentro do banheiro em agência do BB


A TV Goiânia exibiu vídeo mostrando vigilantes almoçando no banheiro, alguns sentados no chão, ao lado do vaso sanitário, em agência do Banco do Brasil, na capital de Goiás. São cenas humilhantes que desrespeitam a dignidade dos trabalhadores.

O vídeo revela a denúncia de um vigilante de que em todas as agências do BB de Goiânia eles só podem usar a cozinha em horários inadequados sob pena de receberem advertências. Assim, para não passarem fome, a opção é fazer as refeições escondidos no banheiro.
Já teve casos de vigilantes que passaram mal e foram para o hospital. O diagnóstico médico, fraqueza por falta de comer. Assim é a realidade de muitos dos vigilantes ou que não querem almoçar no banheiro ou que só podem almoçar depois das 16h.
Segundo a reportagem, alguns vigilantes já denunciaram o caso para a Polícia Federal e o Ministério do
Trabalho e Emprego. O vídeo foi mostrado no dia 19 de janeiro e já teve mais de 500 exibições no Youtube.
Dias depois da divulgação do vídeo, a TV Goiânia mostrou outra matéria em que um vigilante que prestava serviço no Banco do Brasil em Goiânia foi demitido por justa causa por não concordar com o horário de almoço imposto pelo banco, ou seja, depois das 16h.
Conforme o presidente da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), José Boaventura Santos, não se trata de caso isolado. "Não faltam denúncias em várias agências bancárias do País, o que mostra reconceito e discriminação com os vigilantes", afirma. Ele cobra medidas do BB e demais bancos para que haja igualdade de tratamento para os vigilantes e demais trabalhadores na utilização das cozinhas e espaços para alimentação nas agências.
Para o secretário de imprensa da Contraf-CUT e coordenador do Coletivo Nacional de Segurança  ancária,
Ademir Wiederkehr, "são imagens que revoltam, pois é inaceitável que haja segregação de trabalhadores no
BB ou em qualquer banco ou empresa. Todos merecem tratamento digno".
"A direção do BB tem que apurar essas denúncias e, caso sejam confirmadas, os gestores das agências devem ser orientados para acabar imediatamente com essa situação vergonhosa", aponta o dirigente sindical.
As denúncias também devem encaminhadas para os sindicatos e federações de vigilantes,  bancários e à CNTV e  Contraf-CUT. "Somos todos trabalhadores e pessoas humanas e essas discriminações contra vigilantes precisam ser erradicadas", ressalta Ademir.
A CNTV agradece o apoio e solidariedade da Confrac/ CUT e sindicatos de bancários. Estamos juntos  na luta por mais segurança nos bancos e por melhores condições de trabalho para as nossas categorias: bancários e vigilantes. Os trabalhadores merecem respeito.
Um vigilante foi demitido por justa causa. Ele não teria concordado com o rigor no horário do almoço.
Vejam o vídeo abaixo: 

Fonte: Contraf-CUT com CNTV e TVGoiânia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunicado: Os mais de 300 demitidos da Prosegur Paraguai apresentam suas ...

O movimento sindical brasileiro perde uma mulher lutadora e guerreira; a família CSPB...

Quando o ex-presidente da CSPB, Raimundo Nonato Cruz, imprimiu novas estratégias na condução política e administrativa da Confederação, ainda no calor da Assembleia Nacional Constituinte, uma das suas decisões foi no sentido de incorporar novos quadros dirigentes.

Polícia apura conexão entre ataques a cofres eletrônicos:

A prisão em flagrante de um ladrão por volta das 23h30min de sábado, enquanto arrombava um caixa eletrônico em uma agência do Santander, na Avenida Assis Brasil, na Capital, reforçou ainda mais a certeza, entre policiais, da existência de uma conexão entre esse tipo de crimes em todo o país. É que, novamente, o criminoso surpreendido pela Brigada Militar é catarinense — como eram três dos quatro arrombadores presos em junho em Rio Pardo. E como catarinenses eram, também, os quatro ladrões presos em Vitória (ES), em março, com R$ 500 mil provenientes do arrombamento de uma agência bancária. O ladrão azarado da vez é Robson Muller, 28 anos, técnico em manutenção, de Joinville (SC). Pelo menos outro homem, que, segundo a polícia, vigiava a ação do bandido do lado de fora, conseguiu fugir em um automóvel, assim que a viatura da polícia chegou ao local, depois do acionamento do alarme da agência. Muller foi surpreendido enquanto operava uma furadeira. Ele ainda tinha outras ferramentas, como transformadores e alicates. Autuado por furto, o arrombador foi encaminhado ao Presídio Central. Na semana passada foram registrados outros dois casos relacionados a arrombamento de caixas eletrônicos do Santander no Estado. Na última quinta-feira, em Torres, Jeferson de Freitas, 29 anos, funcionário de uma fábrica de antenas parabólicas em Jaraguá do Sul (SC), foi encontrado por cinco PMs dentro de um táxi quando fugia pela BR-101, em direção a Santa Catarina.

No Rio de Janeiro Oportunidade Seg

Loading...