segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Vigilante é atingido por tiro na coluna e corre risco de ficar paraplégico

Disparo foi efetuado por um policial civil, que foi afastado de suas funções.

Caso também será encaminhado à Corregedoria de Polícia.



JMTV2 mostrou que um vigilante de 19 anos corre o risco de ficar paraplégico por causa de um tiro que levou na coluna, disparado por um policial civil. A vítima continua internada no Hospital Geral, no Centro de São Luís.
A bala partiu de uma pistola da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão. Pelas investigações, o disparou foi efetuado pó um policial civil. “O que fez com que ele sacasse a arma foi o movimento brusco da vítima ao tentar levantar a camisa. Ele estava em um lugar escuro, cercado por três pessoas, qual a atitude que você vai ter? Não é se defender?”, argumentou Marcelo Fialho, advogado do policial.
Já o delegado Paulo Márcio apresentou outra versão: “Ele teria dado um tiro de advertência e acertado o rapaz. Essa é a versão do policial, os vigias dizem que o policial chegou, puxou a arma, mandou todo mundo encostar na parede e quando a vítima saiu correndo, ele atitou”. O policial deve ser indiciado por tentativa de homicídio.
Por decisão da delegacia geral de Polícia Civil do Maranhão, o policial foi afastado da função. Ele atuava na Superintendência de Investigações Criminais (Seic), no grupo que combate assaltos a bancos aqui no Maranhão. “Estamos encaminhando para a corregedoria de polícia, para que também possa apurar o caso administrativamente. Além do caso criminal, que já está sendo apurado no 7º DP”, disse o subdelegado-geral, Marcos Afonso Júnior.
Fonte: http://g1.globo.com
Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comunicado: Os mais de 300 demitidos da Prosegur Paraguai apresentam suas ...

O movimento sindical brasileiro perde uma mulher lutadora e guerreira; a família CSPB...

Quando o ex-presidente da CSPB, Raimundo Nonato Cruz, imprimiu novas estratégias na condução política e administrativa da Confederação, ainda no calor da Assembleia Nacional Constituinte, uma das suas decisões foi no sentido de incorporar novos quadros dirigentes.

Polícia apura conexão entre ataques a cofres eletrônicos:

A prisão em flagrante de um ladrão por volta das 23h30min de sábado, enquanto arrombava um caixa eletrônico em uma agência do Santander, na Avenida Assis Brasil, na Capital, reforçou ainda mais a certeza, entre policiais, da existência de uma conexão entre esse tipo de crimes em todo o país. É que, novamente, o criminoso surpreendido pela Brigada Militar é catarinense — como eram três dos quatro arrombadores presos em junho em Rio Pardo. E como catarinenses eram, também, os quatro ladrões presos em Vitória (ES), em março, com R$ 500 mil provenientes do arrombamento de uma agência bancária. O ladrão azarado da vez é Robson Muller, 28 anos, técnico em manutenção, de Joinville (SC). Pelo menos outro homem, que, segundo a polícia, vigiava a ação do bandido do lado de fora, conseguiu fugir em um automóvel, assim que a viatura da polícia chegou ao local, depois do acionamento do alarme da agência. Muller foi surpreendido enquanto operava uma furadeira. Ele ainda tinha outras ferramentas, como transformadores e alicates. Autuado por furto, o arrombador foi encaminhado ao Presídio Central. Na semana passada foram registrados outros dois casos relacionados a arrombamento de caixas eletrônicos do Santander no Estado. Na última quinta-feira, em Torres, Jeferson de Freitas, 29 anos, funcionário de uma fábrica de antenas parabólicas em Jaraguá do Sul (SC), foi encontrado por cinco PMs dentro de um táxi quando fugia pela BR-101, em direção a Santa Catarina.

No Rio de Janeiro Oportunidade Seg

Loading...